O que quer achar aqui no blog?

Roda de Música


O referencial curricular da Educação infantil orienta o trabalho   com seis eixos. São eles: movimento, música, artes visuais, linguagem oral e escrita, natureza e sociedade e matemática.

MÚSICA

A música consiste numa linguagem capaz de “expressar e  comunicar sensações, sentimentos e pensamentos”. Ela esta presente em várias culturas e consiste numa importante forma  de expressão humana.  Ainda, a musica esta presente na nossa vida diária e desde cedo as crianças entram em contato com ela, aprendendo e atribuindo a música significados culturais. Vale lembrar que ela integra aspectos sensíveis, fetivos, estéticos e cognitivo daí a importância do trabalho com este eixo.
Musica para atender a objetivos como:
• Formação de hábitos
• Atitudes/ comportamentos
• Comemorações (datas)
• Memorizações de conteúdos como n.º e seqüência matemática
• Desenvolvimento do senso rítmico com a formação do  desenvolvimento motor, auditivo e do domínio rítmico.


PIRULITO QUE BATE BATE

Pirulito que bate bate,
Pirulito que já bateu,
Quem gosta de mim é ela
Quem gosta dela sou eu
BIS

CIRANDA, CIRANDINHA

Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar
O anel que tu me deste
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou
Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar
Por isso, Sá Maria
Entre dentro desta roda
Diga um verso bem bonito
Diga adeus e vá-se embora

AI BOTA AQUI O TEU PEZINHO

Ai bota aqui, ai bota aqui o teu pezinho
O teu pezinho bem juntinho ao pé do meu
(BIS)
E depois não vá dizer,
que você se arrependeu
(BIS)

ATIREI O PAU NO GATO

Atirei o pau no gato...tô
Mas o gato...tô
Não morreu..reu..reu
Dona Chica..cá
Admirou-se..sê
Do berrú, do berrú
Que o gato deu
Miau!
Dona Chica.. cá
foi à polícia, ciá
Mas a polícia, ciá
Não prendeu..deu..deu
Dona Chica..cá..cá
Admirou..se..se
Do berro, do berro
Que o gato deu...
Miau!

O SAPO

O sapo, o sapo na beira da lagoa
Não tem, não tem, brinquinho nem orelha
(BIS)
Uá quá quá , uá quá quá,
uá quá quá quá quá ,
uá quá quá, uá quá quá,
uá quá quá quá quá

MEU PINTINHO AMARELINHO

Meu pintinho amarelinho
Come aqui na minha mão, na minha mão
Quando ele quer comer bichinhos
Com seus pezinhos ele cisca o chão
Ele bate as asas, ele faz piu piu
Mas tem muito medo do gavião

BIS ESCRAVOS DE JÓ

Os escravos de Jó Jogavam o Caxangá
Os escravos de Jó Jogavam o Caxangá
Tira, bota, Deixa o zabelê ficar
Guerreiros com guerreiros
fazem Zigue, zigue, zá
Guerreiros com guerreiros
fazem Zigue, zigue, zá

A BARATA DIZ QUE TEM

A barata diz que tem
Sete saias de filó
É mentira da barata
Ela tem é uma só
Ah... ah... ah... oh... oh... oh...
Ela tem é uma só
(BIS)
A barata diz que tem
Um anel de formatura
É mentira da barata
Que ela tem a casca dura
Ah... ah... ah... oh... oh... oh...
Que ela tem é casca dura
(BIS)
A barata diz que tem
Sete saias de balão
É mentira ela não tem
Nem dinheiro pra sabão
Ah... ah... ah... oh... oh... oh...
Nem dinheiro pra sabão
(BIS)

CAI CAI BALÃO

Cai cai balão
Cai cai balão
Na rua do sabão

Não cai não
Não cai não
Não cai não
Cai aqui na minha mão
(BIS)

O SAPO NÃO LAVA O PÉ

Ia passando numa pinguelinha
Meu chinelinho caiu do pé
Os peixinhos reclamaram:
Que cheirinho de chulé
O sapo não lava o pé
Não lava porque não quer
Ele mora lá na lagoa
Não lava o pé porque não quer
Mas que chulé!!

PEIXE VIVO

Como pode um peixe vivo
viver fora d'água fria
(BIS)
Como poderei viver?
Sem a tua
Sem a tua
Sem a tua companhia
As pastoras dessa aldeia
já me fazem zombaria
(BIS)
Por viver assim chorando
Por viver assim tão só
Sem a tua
Sem a tua
Sem a tua companhia
(BIS)

SAMBA-LÊ-LÊ

Samba-lê-lê está doente
Está com a cabeça quebrada
Samba lê lê precisava
É de uma boa lambada
Samba, samba, samba o lê lê
Samba na barra da saia o lá lá
(BIS)
Olhe morena bonita
Como é que se namora?
Põe-se um lencinho no bolso
Com as pontinhas de fora
Samba, samba, samba....
(BIS)

DE OLHOS VERMELHOS

De olhos vermelhos
E pêlo branquinho
Orelhas bem grandes
Eu sou o coelhinho
Sou muito assustado
Porém sou guloso
Por uma cenoura
Já fico manhoso
Eu pulo prá frente
Eu pulo prá trás
Dou mil cambalhotas
Sou forte demais
Comi uma cenoura
com casca e tudo
Tão grande ela era....
Fiquei barrigudo

COELHINHO, QUE TRAZES?

Coelhinho da Páscoa,
Com quem vai dançar?
Com aquela menina
Que sabe bailar
Coelhinho da Páscoa,
Que trazes prá mim?
Um ovo, dois ovos ,
três ovos assim
(BIS)

SAPO CURURU

Sapo cururu
Na beira do rio
Quando o sapo canta ó maninha
É porque tem frio
A mulher do sapo
Deve estar lá dentro
Fazendo rendinha ó maninha
Pro seu casamento

POMBINHA BRANCA

Pombinha branca
Que está fazendo
Lavando roupa
Pro seu casamento
Vou me lavar, vou me trocar
Vou na janela, prá namorar
Passou um homem
De terno branco
Chapéu de lado,
meu namorado
Mandei entrar
Mandei sentar
Cuspiu no chão
Tenha mais educação
Limpa aí seu porcalhão
Tenha mais educação
(BIS)

INDIOZINHOS

Um, dois, três indiozinhos
Quatro, cinco, seis indiozinhos
Sete, oito, nove indiozinhos,
dez indiozinhos no bosque
Vinham andando pela floresta
Quando duas onças apareceram
E assustados os indiozinhos
Sumiram e se escafederam.

SEU LOBATO

Seu Lobato tinha um sítio
Ia ia ô
E neste sítio tinha um gato
Ia ia ô
Era miau miau prá cá
Era miau miau prá lá
Era miau miau miau prá todo lado
Ia ia ô
(Galinha)
Era có có prá cá
Era có có prá lá
Era có có có
Era miau miau miau prá todo lado
(Bode)
Era mé prá cá
Era mé prá lá
Era mé mé
Era có có có
Era miau miau miau prá todo lado
(Boi)
Era mú prá cá
Era mú prá lá
Era mú mú prá cá
Era mé mé mé
Era có có có
Era miau miau miau prá todo lado
(Burro)
Era ó ó prá cá
Era ó ó prá lá
Era ó ó ó
Era mú mú mú
Era mé mé mé
Era có có có
Era miau miau miau prá todo lado

TEREZINHA DE JESUS

Terezinha de Jesus
De uma queda foi ao chão
Acudiram três cavaleiros
Todos três chapéu na mão
O primeiro foi seu pai
O segundo seu irmão
O terceiro foi aquele
Que a Tereza deu a mão

MEU GALINHO

Há três noites que eu não durmo, o lá lá
Pois perdi o meu galinho, o lá lá
Coitadinho, o lá lá, pobrezinho, o lá lá
Se perdeu lá no jardim
Ele é branco e amarelo, o lá lá
Tem a crista vermelhinha, o lá lá
Bate as asas, lá lá, abre o bico, o lá lá
Ele faz Qui-ri-Qui-Qui

O CRAVO E A ROSA

O cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada
O cravo saiu ferido
A rosa despedaçada
O cravo ficou doente
A rosa foi visitar
O cravo teve um desmaio
E a rosa pôs-se a chorar

CAPELINHA DE MELÃO

Capelinha de melão
É de São João
É de cravo, é de rosa
É de mangericão
São João está dormindo
Não me ouve não
Acordai, acordai
Acordai, João

MEU LIMÃO, MEU LIMOEIRO

Meu limão, meu limoeiro
Meu pé de jacarandá
Uma vez tin do lê lê
Outra vez tin do la la

ALECRIM DO CAMPO

Alecrim, alecrim dourado
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
(bis)
Ai meu amor
Quem me disse assim
Que a flor do campo
É o alecrim
Alecrim, alecrim aos molhos
Por causa de ti
Choram os meus olhos
(refrão)
Alecrim, do meu coração
Que voltou o campo
Com esta canção

PAPAGAIO LOURO

Papagaio louro de bico dourado
Manda essa cartinha para o meu namorado
Se tiver dormindo, bata na porta
Se tiver acordado, deixa recado

MESTRE ANDRÉ

Foi na loja do Mestre André
Que eu comprei um pianinho
Plim plim um pianinho
Aio lé aio lé, foi na loja do Mestre André
(BIS)
Foi na loja do Mestre André
Que eu comprei um tamborzinho
Tum, tum tum um tamborzinho
Aio lé aio lé, foi na loja do Mestre André
(BIS)
Foi na loja do Mestre André
Que eu comprei uma flautinha
Flu, flu, flu uma flautinha
Aio lé aio lé, foi na loja do Mestre André
(BIS)

MARCHA SOLDADO

Marcha soldado Cabeça de papel
Se não marchar direito
Vai preso pro quartel
O quartel pegou fogo
Maria deu sinal
Acode, acode, acode
A Bandeira Nacional

PAI FRANCISCO

Pai Francisco entrou na roda
Tocando seu violão
Dararão dão dão
E vem de lá seu delegado
E Pai Francisco vai pra prisão
Como ele vem
Todo requebrado
Parece um boneco desengonçado

CARANGUEJO

Caranguejo não é peixe
Caranguejo peixe é
Caranguejo só é peixe
Na enchente da maré
Palma, palma, palma
Pé, pé, pé
Roda, roda, roda
Caranguejo peixe é

 O JIPE

O jipe do padre
Fez um furo no pneu
O jipe do padre
Fez um furo no pneu
O jipe do padre
Fez um furo no pneu
Consertamos com chiclete.


SAPO CURURU

Sapo Cururu
Na beira do rio
Quando o sapo grita, ó maninha!
É que esta com frio.
A mulher do sapo
É que está lá dentro
Fazendo rendinha, ó maninha!
Pro seu casamento.

 BARATA

Eu vi uma barata
Na careca do vovô
Assim que ela me viu
Bateu asas e voou
Seu Joaquim, quirim quim
Da perna torta ta ta ta
Dançando conga, ga ga
Com a Maricota, ta ta.


BORBOLETINHA

Borboletinha
Tá na cozinha
Fazendo chocolate
Para a madrinha
Poti, poti
Perna de pau
Olho de vidro
E nariz de pica-pau
Pau-pau.

CACHORRINHO ESTÁ LATINDO.

Cachorrinho está latindo
Lá no fundo do quintal
Cala a boca cachorrinho
Deixa o meu benzinho em paz
Crio lê lê
Criô lê lê lá lá
Criô lê lê
Não sou eu quem caio lá.

 MOTORISTA

Motorista, motorista
Olha a pista
Olha a pista
Não é de salsicha
Não é de salsicha
Não é não
Não é não

Motorista, motorista
Olha o poste
Olha o poste
Não é de borracha
Não é de borracha
Não é não
Não é não.

CASINHA

Fui morar numa casinha-nha
Infestada-da de cupim-pim-pim
Saiu de lá- lá- lá
Uma lagartixa-xa
Olhou pra mim
Olhou pra mim
Olhou pra mim
E fez assim:
Smack... Smack....

É HORA DE LANCHAR

É hora de lanchar
É hora de alegria
É só acopanhar
O que diz a melodia

Vamos comer nhá, nhá,
nhá, nhá, nhá
Vamos beber glu, glu,
glu, glu, glu
Vamos bater palmas plá,
plá, plá, plá
Vamos bater o pé, pé, pé,
pé, pé

MEU LANCHINHO

Meu Lanchinho
Meu Lanchinho
Vou comer, vou comer
Prá ficar fortinho, prá ficar fortinho
E crescer! E crescer!


A DONA ARANHA

A dona aranha subiu pela parede
Veio a chuva forte
E a derrubou
Já passou a chuva
E o sol já vai surgindo
E a dona aranha
Continua a subir
Ela é teimosa e desobediente
Sobe, sobe, sobe e nunca está contente
A dona aranha subiu pela parede
Veio a chuva forte
E a derrubou
Já passou a chuva
E o sol já vai surgindo
E a dona aranha
Continua a subir
Ela é teimosa e desobediente
Sobe, sobe, sobe e nunca está contente
Presta atenção
A dona aranha vai descer...
Olha ela aí
A dona aranha desceu pela parede
Veio a chuva forte
E a derrubou
Já passou a chuva
E o sol já vai surgindo
E a dona aranha
Continua a descer
Ela é teimosa e desobediente
Desce, desce, desce e nunca está contente

DIAS DA SEMANA

Quantos são os dias da semana
São sete, são sete
Quantos são os dias da semana
São sete, são sete
Segunda-feira, terça-feira
Quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira
Sábado e domingo ( 2x )
De segunda à sexta-feira
Vou para escola estudar
Eu aprendo muita coisa
Eu aprendo o b,a,bá
Mas no sábado eu levanto
Brinco muito sem parar
No domingo eu descanso
Com meus pais vou passear
Quantos são os dias da semana
São sete, são sete
Quantos são os dias da semana
São sete, são sete

CARANGUEJO

Palma,palma,palma
PÉ,pé,pé
Roda, roda,roda,
Caranguejo, peixe é
Caranguejo não é peixe
Caranguejo, peixe é
Caranguejo só é peixe
Na enchente da maré
Ora palma, palma, palma
Ora, pé, pé, pé
Ora roda, roda ,roda
Caranguejo, peixe é!

A BARCA VIROU

A barca virou,
No fundo do mar,
Porque a (nome da pessoa)
Não soube remar.
Adeus (nome da pessoa) !
Adeus, Maranhão !
Adeus, (nome da pessoa) !
Do meu coração !

INDIOZINHOS

Um, dois, três indiozinhos
Quatro, cinco, seis indiozinhos
Sete, oito, nove indiozinhos
Dez num pequeno bote
Iam navegando pelo rio abaixo
Quando um jacaré se aproximou
E o pequeno bote dos indiozinhos
Quase, quase virou,
Mais não virou.

EU VI O SAPO

Eu vi o sapo
Na beira do rio
De camisa verde
Sentindo frio
Não era sapo
Nem perereca
Era o (nome da criança) só de cueca


FUI AO MERCADO
Fui ao mercado comprar café
E a formiguinha subiu no meu pé
Eu sacudi, sacudi, sacudi
Mas a formiguinha não parava de subir

Fui ao mercado comprar batata roxa
E a formiguinha subiu na minha coxa
Eu sacudi,sacudi, sacudi
Mas a formiguinha não parava de subir

Fui ao mercado comprar limão
E a formiguinha subiu na minha mão
Eu sacudi, sacudi, sacudi
Mas a formiguinha não parava de subir

Fui ao mercado comprar jerimum
E a formiguinha subiu no meu bumbum
Eu sacudi, sacudi, sacudi
Mas a formiguinha não parava de subir


CASINHA

Fui morar numa casinha- nha
Infestada- da de cupim- pim- pim
Saiu de lá- lá- lá
Uma lagartixa- xá
Olhou pra mim
Olhou pra mim e fez assim:
Smack! Smack

Fui morar numa casinha - nha
infestada-da de morceguinho-nho
saiu de lá - lá - lá
uma bruxinha - nha
olhou pra mim
olhou pra mim e fez assim
(dar uma gargalhada)

Fui morar numa casinha - nha
infeitada-da de florzinha - nha
saiu de lá - lá - lá
uma princesinha - nha
olhou pra mim
olhou pra mim e fez assim
(mandar beijinhos)


MÚSICA DA HORA DA HISTÓRIA

E agora minha gente
Uma história vou contar
Uma história bem bonita
Todo mundo vai  gostar
Rê, rê, rê
Rá, rá, rá
Nos livrinhos encantados
Tudo pode acontecer
Vamos ficar bem quietinhos
Para a história aprender
Rê, rê, rê
Rá, rá, rá
Música para terminar a história
E agora minha gente
Que a história terminou
Batam palmas bem contentes
Batam palmas quem gostou
Rê, rê, rê

Rá, rá, rá 

VOLTA DO RECREIO
(Ritmo Terezinha de Jesus)


Quando eu chego do recreio
Cansadinho de brincar
Na mesinha eu me deito
Pra que eu possa descansar
E eu fecho os olhinhos
E começo a sonhar
É o meu mundo de sonhos
Quero nele morar
Vejo fadas e anões
Vejo bruxas e dragões
Borboletas, passarinhos
Vejo flores e bichinhos.

PATINHO

Um patinho na beira da lagoa
Ele grita, ai que água boa!!
Bate as asas, choq, choq
Abre o bico, quac, quac, quac
Dois patinhos na beira da lagoa
Ele cochicha, ai qui água boa…..

RATINHO

O ratinho bonitinho
Que vazia quic, quic, quic
Comeu todo o meu queijinho
Que estava bem ali
Eu armei a ratoeira
Para pegar o traidor
Mas peguei o meu dedinho
Puxa vida ai que dor
Ai, ai, ai, ai, ai
Que ratinho traidor.

  A CANOA VIROU

A canoa virou
Por deixar ela virar
Foi por causa do amarelo
Que não soube remar
Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar
Eu tirava o amarelo
Do fundo mar


MÚSICA DO SILÊNCIO

Para se ouvir o som
Do mosquitinho
E a batidinha do coraçãozinho
Pego a chavinha e fecho a boquinha
Hum, hum, hum, hum,
O silêncio
O silêncio
É tão bom
É tão bom
Vamos ficar quietos
Vamos ficar quietos
Atenção
Concentração

PALMINHAS, PALMINHAS

Palminhas, palminhas
Nós vamos bater
Depois as mãozinhas
Pra trás esconder
Pra cima, pra baixo
Nós vamos bater
Depois as mãozinhas
Pra trás esconder
Prum lado, pro outro
Bem leve, bem forte

SAPO CURURU

Sapo cururu
Na beira do rio
Quando o sapo canta,
oh maninha,
É porque tem frio.
Sapo Cururu
Na beira do mar
Quando o sapo canta,
oh maninha,
É porque quer casar.
A mulher do sapo
Diz que tá lá dentro
Fazendo rendinha,
oh maninha,
Pro seu casamento

A ARANHA CARANGUEJERA

A aranha (palmas)
Caranguejera (palmas)
A bicha é feia (palmas)
Mas é faceira (palmas)

Levei ao médico para consultar
O médico disse:
É bom matar!
-não mate, não
Que é de estimação
E quem matar
Vai levar um beliscão
Aaaaaaiiiiiii


O JACARÉ NA LAGOA

O jacaré foi passear lá na lagoa!
O jacaré foi passear lá na lagoa!
Derepente ele parou
olhou pra cá, olhou pra lá
Viu um peixinho
Abriu o bocao e NHAC...!
Não comeu peixinho!

O jacaré foi passear lá na lagoa!
O jacaré foi passear lá na lagoa!
Derepente ele parou
olhou pra cá, olhou pra lá
Viu um peixinho
Abriu o bocao e NHAC...!
Comeu  o peixinho!
mastigou, mastigou
engoliu o peixinho
Mais que jacare malvado!
bate na bunda do jacaré!
bate na bunda do jacaré!

O PEIXINHO

o peixinho foi nadando,
foi nadando sem parar
avistou uma minhoquinha,
 mergulhou para pegar,
a minhoquinha fugiu
e o peixinho chorou,
e as lagrimas do peixinho com o rio se misturou

OS SENTIDOS

Meus olhinhos são pra ver
Meu nariz é pra cheirar
Minha boca é pra comer
Meu ouvido é pra escutar

Completando os sentidos
Tenho as mãos para pegar
E os bracinhos bem compridos
Pra mamãe eu abraçar

Meus olhinhos são pra ver
Meu nariz é pra cheirar
Minha boca é pra comer
Meu ouvido é pra escutar

Completando os sentidos
Tenho as mãos para pegar
E os bracinhos bem compridos
Pra mamãe eu abraçar

Meus olhinhos são pra ver
Meu nariz é pra cheirar
Minha boca é pra comer
Meu ouvido é pra escutar

Completando os sentidos
Tenho as mãos para pegar
E os bracinhos bem compridos
Pro colega eu abraçar

TOMATINHO VERMELHO

Tomatinho vermelho pela estrada rolo o,
um grande caminhao veio e o tomatinho esmagou......
coitadinho do tomatinho............. pobrezinho do tomatinho
catchup virou
catchup virouuuuu

O ÔNIBUS

A roda do ônibus roda,roda,roda,roda,roda,roda
A roda do ônibus roda,roda pela cidade
A porta do ônibus abre e fecha,abre e fecha,abre e fecha
A porta do ônibus abre e fecha pela cidade
O passageiro sobe e desce,sobe e desce,sobe e desce
O passageiro sobe e desce pela cidade
O neném faz uéim uéim uéim uéim uéim uéim uéim uéim uéim uéim
O neném faz uéim uéim uéim uéim pela cidade
A mamãe faz shh shh shh shh shh shh shh shh shh shh
A mamãe faz shh shh shh shh pela cidade
A buzina faz bi,bi,bi,bi,bi,bi,bi,bi,bi,bi
A buzina faz bi,bi,bi,bi pela cidade,pela cidade,pea cidade...

CINCO PATINHOS

Cinco patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só quatro patinhos voltaram de lá.

Quatro patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só três patinhos voltaram de lá.

Três patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só dois patinhos voltaram de lá.

Dois patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só um patinho voltou de lá.

Um patinho foi passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas nenhum patinho voltou de lá.

A mamãe patinha foi procurar
Além das montanhas
Na beira do mar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
E os cinco patinhos voltaram de lá.

AS ÁRVORES BALANÇAM

As árvores balançam,
Balançam, balançam,
As árvores balançam,
Balançam com a brisa
A linda flor se inclina,
Se inclina, se inclina,
A linda flor se inclina,
Se inclina com a brisa
Os passarinhos voam,
Voam, voam,
Os passarinhos voam,
Voam com a brisa,
Os coelhinhos pulam,
Pulam, Pulam,
Os coelhinos pulam,
pulam com a brisa.

2 comentários:

Gostou ? Não gostou? Tem alguma sugestão?
Me conte o que achou!

RECEBA AS NOVIDADES EM SEU EMAIL!

SIGA O BLOG

CURTA NOSSA FAN PAGE

NOS SIGA NO PINTEREST

Arquivo do blog