O que quer achar aqui no blog?

Dia de todos os Santos e Dia de Finados

Dia de Todos os Santos


O Dia de Todos os Santos é comemorado anualmente no dia 01 de Novembro , a data foi criada pelo Papa Bonifácio IV, com o intuito de homenagear todos os santos em um único dia.
Todos-os-Santos, de Fra Angelico.
Isso aconteceu no século VII e naquela época o Dia de Todos os Santos era comemorado no dia 13 de maio. No século seguinte o Papa Gregório III, mudou a data que passou a ser celebrada no dia 1º de novembro. Dizem os historiadores que o principal objetivo da mudança da data foi para que ela passasse a coincidir com o Samhain – Ano-Novo para os povos Celtas (comemoração que deu origem ao Halloween), buscando dessa forma, atrair os “pagãos” (possíveis novos fiéis) para a celebração católica.
No Brasil, o Dia de Todos os Santos não é considerado feriado nacional. Muitas pessoas, vão à Igreja assistir missas em celebração aos santos. Outro costume comum é ir aos cemitérios para limpar as sepulturas, levando flores, e deixando-as prontas para o dia seguinte, 2 de novembro, quando é celebrado o Dia de Finados.

Referências

http://pessoas.hsw.uol.com.br/dia-de-todos-os-santos.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_de_Todos-os-Santos


Dia de Finados 

O Dia da Morte,
 pintura de William-Adolphe Bouguereau
O Dia de Finados  é celebrado no dia 2 de novembro, nesse dia, é costume visitar as sepulturas e levar flores aos mortos. A data está ligada à tradição católica. Para lembrar as pessoas queridas, acendem-se velas pelas suas almas e fazem-se orações.
Desde o século II, alguns cristãos rezavam pelos falecidos, visitando os túmulos dos mártires para rezar pelos que morreram. No século V, a Igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém lembrava.
O culto aos mortos foi instituído oficialmente pela Igreja no século X. Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia aos mortos. No século XIII, um decreto do abade de Cluny, que dirigia o maior mosteiro da Idade Média, decretou que os monges sob sua jurisdição comemorassem o dia dos mortos no dia 2 de novembro, a  escolha da data se deu em virtude do dia de todos os santos, primeiro de novembro.
A doutrina católica evoca algumas passagens bíblicas para fundamentar sua posição (cf. Tobias 12,12; Jó 1,18-20; Mt 12,32 e II Macabeus 12,43-46), e se apóia em uma prática de quase dois mil anos.
Existem alguns símbolos que são muito utilizados no dia dos mortos para homenageá-los. Os crisântemos representam o sol e a chuva, a vida e a morte e por serem flores mais resistentes são muito usadas nos velórios. As velas significam a luz do falecido, as coisas boas que eles deixaram para seus parentes vivos.
Muitas vezes, no dia de finados, o tempo fica nublado ou chuvoso. As crenças populares dizem que isso acontece porque as lágrimas das pessoas são derramadas dos céus.
No dia de finados, as pessoas enfeitam os túmulos com flores, acendem velas e muitas mandam rezar missas pelos parentes que perderam.

Referências
http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-de-finados.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_dos_Fi%C3%A9is_Defuntos
http://educacao.uol.com.br/datas-comemorativas/ult1688u15.jhtm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou ? Não gostou? Tem alguma sugestão?
Me conte o que achou!

RECEBA AS NOVIDADES EM SEU EMAIL!

SIGA O BLOG

CURTA NOSSA FAN PAGE

NOS SIGA NO PINTEREST

Arquivo do blog